Caminhando na Estrada Cultural

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

São Paulo Companhia de Dança no Theatro São Pedro

Informações:

Diogo Oliveira, Peixe Elétrico, Ó do Forró, Bicho de Pé, Trio Sabiá e Trio Dona Zefa no Canto da Ema

Dia 02 - Quarta das 22h30min às 04h00min:
Diego Oliveira

Dia 03 - Quinta das 22h30min às 04h00min:
Peixelétrico

Dia 04 - Sexta das 22h30min às 05h00min:
Ó do Forró

Dia 05 - Sábado das 21h30mon às 05h00min:
Bicho de Pé
e
Trio Sabiá

Dia 06 - Domingo das 19h00min às 00h00min:
Trio Dona Zefa

Informações:
 

Quinta+MON

Informações:

YouTube KLAZZ Brothers amp Cuba Percussion Summertime

Chamada de trabalhos Seminário Internacional Políticas culturais - Casa de Rui Barbosa

Informações:

Sessão de Cinema "Montanha", de João Salaviza - CAE

Informações:

1ª edição do Mercado Manual. Entrada gratuita no MCB

Informações:

"Lohengrin", de Wagner, em 360º no Theatro Municipal de São Paulo. 2015

FICIB 2014 - Pamela Rodriguez - Una Herida Hecha Luz, movimiento 3

Agenda semanal Fundação Cultural Badesc de 02 a 04 de dezembro de 2015

Exposição
Em todos os espaços da casa
IMPOSSIBILIAS: ARQUIVO E MEMÓRIA EM PAULO GAIAD
Visitação até  21 de janeiro de 2016, de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h.
Paulo Gaiad (1953, Piracicaba, São Paulo/ vive e trabalha em Florianópolis) é um artista que utiliza diversos materiais e procedimentos, combinando constantemente os registros do visual e do dizível, a partir do lance biográfico. Em seus objetos, desenhos, colagens e pinturas incidem rasuras e avarias, ajustes e camadas, disfarces e revelações. O conjunto de sua obra se caracteriza por um fluxo onde a imagem e a linguagem se rebatem por meio de certas lembranças e apagamentos que acabam por explicitar diferentes gradações de sua subjetividade. Os trabalhos apresentados nesta exposição compreendem diferentes momentos e  vão desde o início da carreira do artista nos anos 80, até trabalhos mais recentes. Não há aqui séries completas, mas casos exemplares, onde é possível observar três temas reincidentes: carne (materialidade corporal), passagem (reflexão plástica sobre espaço, lugares, paisagens, viagens), cifra (pequenos segredos biográficos colhidos de diferentes universos e contingências). Importante destacar que muitas vezes estes temas estão embaralhados, disfarçados ou simplesmente recombinados. O fio que liga todos os blocos, impossibilia, é uma figura de linguagem em que são articuladas duas proposições incompatíveis ou contraditórias, fazendo com que o insuspeito, o improvável e o inesperado se encontrem e produzam uma abertura para infinitas combinações.
Edital
Fundação lança edital 2016
Estão abertas as inscrições para o edital de exposições do Espaço Fernando Beck e do Espaço 2, que vão selecionar 8 projetos para 2016. O regulamento pode ser obtido emwww.fundacaoculturalbadesc.com ou retirado na Casa.
 
Cineclube
Dia 02, quarta-feira, 19h, ART 7
E se vivêssemos todos juntos?
(Et si on vivait tous ensemble?) de Stéphane Robelin. França, Alemanha. 2011. 96min. Drama, Comédia. 14 anos. Com Guy Bedos, Daniel Brühl, Geraldine Chaplin e Jane Fonda. Tema: Dramas franceses.
Amigos há quatro décadas decidem morar juntos após um deles adoecer. O convívio trará novas experiências para cada um. Um estudante de etnologia é contratado para passear com o cão de um deles.  
 
Dia 03, quinta-feira, 19h, Cine Alemão
Despedida de Ontem
(Abschied von gestern - Anita G.) de Alexander Kluge. Alemanha. 1966. 88min. Drama. Sem classificação. Com  Alexandra Kluge, Günter Mack e Hans Korte.
Uma jovem, Anita G., rouba um pulôver para se aquecer. Cumprida a pena, ela faz várias tentativas de começar vida nova. Depois de uma fuga em ziguezague, vai parar de novo na cadeia. Os nazistas tinham levado seus pais. Ela vem do Leste e agora passa frio no Oeste.
 
Dia 04, sexta-feira, 19h, Psicanálise Vai Ao Cinema
Nos Inquiètudes
de Judith Du Pasquier. França. 2003. 55min. Documentário. Sem classificação.
 
O filme partiu de uma idéia muito simples: dar a palavra, a respeito da psicanálise, àqueles que passaram ou passam por esta experiência; àqueles a quem chamamos os “analisandos. Coordenação: Cinthia Busato.
Informações: